Livros de Areia

domingo, 1 de outubro de 2006

Jerzy Kosinski


Jerzy Kosinski nasceu em Lodz em 1933 sob o apelido Lewinkopf. Após a invasão da Polónia pelos alemães em 1939, foi separado dos pais e enviado para a protecção possível de estranhos, partilhando o destino errante de milhares de crianças judias polacas. Com estudos superiores em Sociologia e Ciência Política, uma bolsa da Fundação Ford permitiu-lhe viajar para os Estados Unidos em 1957, onde se estabeleceria. Aprendendo inglês e sobrevivendo como podia, escreveu o livro de ensaios The Future Is Ours, Comrade: Conversations with the Russians sob o pseudónimo Joseph Novak. Em 1965, a edição de The Painted Bird marcaria o início de uma carreira fulgurante no mundo das letras norte-americanas. Das suas obras posteriores podem destacar-se Steps (que venceu o National Book Award de 1969), Being There, The Devil Tree, Cockpit ou Blind Date.
Transformado numa celebridade, Kosinski conjugava o convívio íntimo com a beautiful people da upper (e lower) Manhattan e Hollywood com o trabalho de professor, novelista, ensaísta, presidente da secção americana do PEN, fotógrafo, argumentista de cinema (adaptando Being There para Peter Sellers, no que viria a ser o último filme deste) e actor (uma intensa encarnação de Grigory Zinoviev no épico de Warren Beatty Reds).
Como efeito de uma decadência física acentuada, de uma profunda depressão ou, como escreveu John Corry, por ter sido finalmente apanhado pelos seus fantasmas, Kosinski suicidou-se a 3 de Maio de 1991 em Nova Iorque.

4 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Gostaria de ser informada quando O Pássaro Pintado for publicado. Será distribuído nas livrarias do Rio de Janeiro? Se não, poderá ser feita entrega por correio? Será mantida a redação original, na íntegra? Por gentileza, enviem informações para o e-mail ifranca@predialnet.com.br. Pretendo adquirir um exemplar. Desde já grata, Isis.

1:48 da manhã  
Blogger Livros de Areia said...

Olá, Isis. A nossa edição é a primeira edição em Portugal deste título em quase 40 anos. Houve uma anterior, mas que foi censurada e retirada imediatamente do mercado, logo não teve qualquer impacto.
Não conhecemos a edição brasileira, mas sabemos que no Brasil conhecem bem este autor. Se o quiser, será um prazer para nós contactá-la quando o livro estiver pronto e à venda. E esperamos fazer justiça ao poder incrível das palavras originais de Kosinski.

2:12 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Muito obrigada. Aguardo o contato quando estiver disponível, pois quero comprá-lo sim. Procurei em várias livrarias aqui e não o encontrei. Será um presente para minha mãe, que leu o livro, emprestado, há uns 20 anos atrás e deseja muito lê-lo novamente (ela se lembra do livro até hoje!!). Parabéns pela escolha do título. E o prazer será todo nosso! :) Isis.

3:50 da manhã  
Blogger olhodopombo said...

existe publicação deste livro do Kosinski aqui no Brasil,
acabei de comprar e ler...e segue O Vidiota e A Arvore do Diabo....
ele eh muito bom...

4:56 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home